Canto da costura - vamos terminar o vestido franzido?

Se se recordam, o mês passado trouxe-vos como projecto um vestido com a técnica do franzido com elástico.

Este mês trouxe-vos a costura francesa reforçada pelo que já têm várias opções para fazerem o vosso vestido.

No meu, como vos disse, usei a costura francesa reforçada nas costuras laterais.


No meu caso, tenho de confessar, que foi uma questão meramente estética. Acho que vista de fora esta costura fica muito interessante. Fico logo a imaginar vestidos coloridas com linhas contrastantes na costura :)
Mas por exemplo se estiverem a fazer vestidos para menina, sem dúvida que é uma boa opção pois será muito resistente.

E depois do franzido e das costuras laterais, fica apenas a faltar a bainha.

Como gostam das vossas?

Eu gosto costuradas à mão ou com ponto invisível porque não gosto (em vestidos ou saias) de ver os pontos do lado do direito.



Espero ter contribuído para despertar um bocadinho a vossa curiosidade para a confecção de roupa, ainda que bastante simples, pois é bastante enriquecedor.

Tenho de reconhecer que adoro quando me perguntam onde comprei algo e dizer que fui eu que fiz! ;)

Maluquices de uma pseudo-costureira....acho que isto daria um bom nome para um livro!

Boa semana

8 comentários:

  1. É favor retirar o "pseudo"! Tenho aprendido muito, muito contigo, Ana!
    As minhas bainhas são, também, feitas à mão.
    Boa semana.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Ana, é realmente muito compensador quando vemos o nosso trabalho reconhecido, as minhas baínhas se são numa
    peça clássica são feitas há mão, senão faço há máquina, não me incomoda ver os pontos, beijo amiga

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é Zulmira? :) Em bom português ficamos assim um bocadinho "inchadas" ;)

      Eliminar
  3. Eu faço as bainhas à mão mas em algumas situações recorro à máquina!
    Boa semana e bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como eu :)
      Acho que andamos todas em sintonia
      Beijinhos

      Eliminar
  4. Sem sombra de dúvida Ana, que é um gosto dizermos que fomos nós que fizemos uma peça :)
    Não é paranoia, é gostar de fazer as coisas e claro tem outro sabor sabermos que fomos nós ;

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Em bom português ficamos assim um bocadinho "inchadas" ;)
      Beijinhos Sandra

      Eliminar

Deixem os vossos comentários, são sempre bem vindos! :)
Feel free to leave a comment, it will be appreciated :)