Canto da costura -- como personalizar uma tshirt com aplique

Como prometido no último post hoje o canto da costura é dedicado a um dica para vos ajudar a personalizar roupa (nova ou usada) para ajudarmos o Coração na Rua e levarmos um bocadinho de nós a quem mais precisa.

Como não tinha roupa em casa para doar e crianças ainda não correm por aqui, comprei umas tshirts básicas ideais para lhes dar uma cara nova.

Quando as encomendei 2 na Coquette e sabendo qual o seu destino, a C generosamente doou outras duas :) Obrigado!

Portanto, com as camisolas prontas a ser transformadas, escolhi os tecidos e só nesse momento me apercebi que não tinha nenhum que desse para menino...portanto vão as 4 para meninas.



Para a técnica que vamos usar necessitamos de entretela de dupla face. Trata-se de um entretela que tem cola dos dois lados e que primeiro colamos no avesso do tecido que queremos aplicar e depois colamos na tshirt (neste caso).
Permite transformar um qualquer tecido numa espécie de tecido adesivo.

O que comprei na +Riera Alta é desta marca, provavelmente haverá outras.


No meu caso com base nos tecidos que tinha, cortei várias formas, sendo que queria algo de diferente. Por isso optei por formas geométricas.

Depois de cortados os tecidos, cortei a entretela do mesmo tamanho.

A entretela terá um lado mais liso (com toque de papel) e outro ligeiramente pegajoso. É este lado pegajoso que vamos colar no avesso do tecidos que queremos colar.


Desta forma, o tecido fica intacto do lado direito e com a entretela colada no avesso.

Uma DICA - tenham cuidado a passar o ferro para não ficarem com a tábua ou o ferro cheio de cola. Acreditem que é terrível e muito difícil de limpar. Normalmente tenho um pano velho e coloco tudo no meio e passo a ferro :)

De seguida começa a parte divertida - decidir como colocamos os apliques!


E colar. Como colamos? Temos de tirar da parte do avesso o papel que "esconde" a cola que permitirá ficar na tshirt.

Comecem por uma pontinha e tenham paciência ;)


De seguida colocamos na tshirt e passamos novamente o ferro, agora já sem grandes preocupações pois só temos tecido.


Depois de tudo aplicado, as minhas tshirts ficaram assim :)


E estamos quase a terminar.

O que falta? Coser a toda a volta do aplique para ficar bem seguro - à prova de criança e da máquina!

O mais comum é usar o ponto zig-zag, mas normalmente neste tipo de projetco aproveito para explorar os pontos decorativos da minha Bernita.


Hoje decidi usar o ponto de cobertor (blanket stitch) muito conhecido do mundo do feltro e foi uma boa surpresa pois adorei o resultado.

Vejam


Não parece feito à mão!? :) Adorei!


E para terminar, que o post já vai longo, uma DICA para coser malhas.

O que distingue as malhas de outros tecidos (como por exemplos os de algodão) é a sua elasticidade e por vezes são uma dor de cabeça para coser numa máquina de costura convencional.

O truque que uso chama-se walking foot e que já vos fui falando ....mas começo a achar que merece um post só para ele para reunir todas as suas funcionalidade. É sem dúvida um bom investimento!


E por ai, já preparam os vossos donativos?

Não se esqueçam - muito amor! :)

18 comentários:

  1. Ficaram lindíssimas! Já fiz muito patch, mas nada de máquina, era mesmo à mão. Bjs e ótima semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. à mão é uma verdadeira arte Mª Fátima :)
      Beijinhos

      Eliminar
  2. trabalho aprovado. resultado esmerado. boa semana, Ana.
    beijinhos.

    ResponderEliminar
  3. Que lindos trabalhos minha querida! Parabéns!!
    beijinho enorme e boa semana.

    ResponderEliminar
  4. Ficaram tão giras!!!

    E vão fazer crianças muito felizes :)

    ResponderEliminar
  5. Ficaram lindas Ana :) Gostei da ideia :)
    Por aqui, ainda estou a pensar :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Ficaram giríssimas, Ana, e as explicações são do melhor. Já conhecia a técnica, mas leio sempre com atenção, não vá aprender uma dica nova. E aprendi: não sabia que o walking foot é bom para malhas! beijinhos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Val :)
      Sim, o walking foot é muito útil sempre que trabalhamos com tecidos que ou escorregam muito (por exemplo quando quiltamos e temos várias camadas) ou para tecidos que tendem a prender ou esticar muito.
      Vou ter de fazer um post dedicado a este calcador :)
      Beijinhos

      Eliminar
  7. Ficaram lindas e quem sabe...um dia me atrevo a fazer!
    Bj amigo

    ResponderEliminar
  8. Ficaram tão lindas! Estou fascinada com esse ponto da tua bernita, parece mesmo feito à mão, que maravilha!
    Obrigada, minha querida, por mais uma das tuas belíssimas lições!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é lindo? :)
      A tua também deve ter, já confirmaste?

      Eliminar

Deixem os vossos comentários, são sempre bem vindos! :)
Feel free to leave a comment, it will be appreciated :)