Como reciclar artesanato - a história do Barcelito

Como sabem sou uma grande defensora do nosso artesanato e tradições, no entanto, também defendo que o mesmo tem de evoluir com os tempos sem perder a sua essência.

Assim, ainda que concorde que o galo de Barcelos é um dos principais símbolos Portugueses, a sua tradicional pintura não é muito do meu agrado.


Mas felizmente este bichano de porte altivo foi modernizado e já há algum tempo que andava a namorar uns que por aqui apareceram nas lojas que todos os sábados visito. Infelizmente os que eu gosto....como é habitual...estavam um bocadinho fora do orçamento.

Ora no outro dia, em casa da mamã, eis senão quando o Barcelito me piscou o olho lá de um canto escondido na garagem...e uma luzinha acendeu-se na minha cabeça (também vos acontece isto?).

" Mãe...será que posso levar o galo para fazer uma experiência?! cof cof cof"

"Claro, leva-o. Isso foram ideias do teu pai, eu nunca gostei dele"

" ah ah ah" pensei eu

E assim o Barcelito pimpão, nascido a 15 de Janeiro de 1984 renasceu das cinzas qual fénix. ;)

Depois de uma boa dose de paciência e 6 ou 7 camadas de tinta, ei-lo :) lindo na minha sala!


São assim, pequenos pormenores que ainda me fazem sorrir :)

26 comentários:

  1. Boa Noite Ana
    Gostei dessa versão "moderna " do famoso Galo de Barcelos .
    Bom fim de semana
    bjs
    Lulu

    ResponderEliminar
  2. Ainda bem que os pais têm "ideias" que as mães não gostam...
    assim, as filhas "idiotas" aproveitam!!

    ResponderEliminar
  3. Por acaso também nunca gostei da pintura do Galo de Barcelos, mas o teu ficou super moderno. :-)
    Beijos.
    Ana Silva.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que Barcelito está a ficar ainda mais emproada :))
      Também gostei muito do resultado
      Beijinhos Ana

      Eliminar
  4. Gosto da reciclagem...e já os tenho visto...sem a "tradicionalidade" portuguesa!
    Bom fim de semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Andam muitos por ai a rondar :)
      Beijinhos e bom fim de semana

      Eliminar
  5. Olha que giro! Ficou bem mais engraçado e está bem enquadrado no teu ambiente! Muito bem, Aninhas!

    ResponderEliminar
  6. Olá Ana, também gosto muito quando o artesanato se moderniza, evolui, "se repagina" como dizem no Brasil. Afinal, os tempos passam, os gostos mudam, e a pintura tradicional do galo já só agrada a bem poucos. Tenho visto vários assim, de uma só cor, assim como os Santo António e outras figuras. Não tem nada a ver com o antigo, a cor ficou bem gira e agora tens o teu galinho que tanto ansiavas! beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Santo António, é verdade! Acho que a minha mãe não tem nenhum para eu reciclar... ;))
      Gosto dessa expressão - repagina. Tudo tem de evoluir, ainda que seja importante manter a identidade
      Um beijinho Val!

      Eliminar
  7. Mas que giro :)
    Gostei dessa nova versão ;D

    ResponderEliminar
  8. Ficou lindissimo eu ao para fazer o mesmo mas a um stº- António (coitado do santo..)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ficam tão giros Pinta, espero que mostres o teu Stº António com nova batina :)
      Beijinhos

      Eliminar
  9. Tantas vezes que me acontece isso na casa dos meus pais. Encontro sempre lá uma peça ou outra que a minha mãe já não gosta e lá a trago eu. E claro já com o intuito de lhe dar uma nova vida.
    O teu galo está muito giro, bem mais moderno, e fica muito bem nesse teu cantinho da tua casa.
    Beijinho grande querida, tem um bom fds.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também faço isso ;) A minha mãe até já diz "encontrei ali numa caixa uma coisa que acho que podes pintar" ;)
      Beijinhos querida C, bom fim de semana

      Eliminar
  10. Olá Ana! Gosto muito do "teu" galo e gosto das renovações que se fazem hoje em dia às peças de artesanato tradicional em geral mas confesso que sou fã incondicional dos tradicionais galos de Barcelos, acho as cores tão bonitas. E há pinturas (padrões) e pinturas, não existe um só, existem vários. Os meus preferidos são aqueles com os corações cuja paleta de cores usa somente as cores primárias. Já fiz muitas experiências inspiradas "nesse" galo de Barcelos, nunca as partilhei porque são só isso mesmo - experiências. Um destes dias se chegar a algo definitivo partilho no meu blog. Um beijinho e um bom Domingo ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por acaso, agora que penso nos teus trabalhos de crochet...as tuas palavras fazem sentidos :)
      E desconhecia as várias pinturas dos galos de Barcelos...vou ter de investigar isso, quem sabe arranjo uma namorada que goste ao Barcelito!? :)
      Eu acho que devias mostrar as tuas experiências Ana, fiquei curiosa :D
      Beijinhos

      Eliminar
  11. Olá Ana! Gosto muito do "teu" galo e gosto das renovações que se fazem hoje em dia às peças de artesanato tradicional em geral mas confesso que sou fã incondicional dos tradicionais galos de Barcelos, acho as cores tão bonitas. E há pinturas (padrões) e pinturas, não existe um só, existem vários. Os meus preferidos são aqueles com os corações cuja paleta de cores usa somente as cores primárias. Já fiz muitas experiências inspiradas "nesse" galo de Barcelos, nunca as partilhei porque são só isso mesmo - experiências. Um destes dias se chegar a algo definitivo partilho no meu blog. Um beijinho e um bom Domingo ;)

    ResponderEliminar
  12. Ficou tão giro!!
    Tenho cá um "primo" do teu Barcelito, acho que também lhe vou tratar da saúde!! ;)

    ResponderEliminar
  13. Ficou giro. Mas perdeu a identidade, já não é o galo de Barcelos.

    Isabel Sá
    http://brilhos-da-mofa.blogspot.pt

    ResponderEliminar

Deixem os vossos comentários, são sempre bem vindos! :)
Feel free to leave a comment, it will be appreciated :)