A costura também evolui

Aprendi a fazer bainhas com a minha mãe seguramente há mais de 20 anos.

Medir, cortar, chulear e coser. Só precisava de uma agulha, linha, dedal e tesoura. E já estava.

Mas tal como a tecnologia, a costura evoluiu e continua a evoluir a passos cada mais difíceis de acompanhar, tal é o ritmo a que aparecem materiais novos.

Se por um lado é preciso um orçamento (bem gordo) se quisermos estar atualizadas, por outro lado também não precisamos de ficar na idade da pedra só porque foi assim que as nossas mães nos ensinaram.

Por exemplo, a utilização de alfinetes como substituto do alinhavo permite-nos na maioria dos trabalhos que realizamos manter a qualidade com uma redução muito significativa do tempo que demoramos a faze-lo. Isto era impensável quando a minha mãe me ensinou a costurar.

Mas afinal onde é que esta conversa nos leva? À fita termocolante para bainhas. Já anda cá em casa há algum tempo, mas com outra finalidade (que ficará para um canto da costura) e agora decidi testa-la.

E digo testar porque continuo cética, mas vou dar-lhe uma oportunidade….já que fazer uma bainha em 10 minutos é para mim muito apelativo ;)

Esta fita não é mais do que entretela que já vem com a medida certa para quase todas as bainhas. Mas se não tiver, podemos corta-la e adapta-la à largura que queremos.

Depois de cortada, chuleada e vincada a bainha, só temos de colar no interior da mesma usando o ferro para isso lado. Só um pequeno detalhe, papel para cima e cola para baixo, ok!? :D

Depois retiramos o papel e conseguimos ver que ficou uma pelicula de cola agarrada ao tecido.

04_costura bainhas fita bainhas termocolante entretela

Depois é só virar e passar novamente para colar as duas partes do tecido.

E voila, uma perna com bainha cosida à mão e outra usando a fita. Veremos quanto tempo resiste a lavagens ;)

E por ai? São aventureiras? Gostam de testar novos materiais?

E esta fita, são fãs?

9 comentários:

  1. Olá Ana, a cola para as baínhas é muito prática, já uso há vários anos, mas se for tecidos
    de seda ou do genero, não use a cola, fica marcado, bjs amiga

    ResponderEliminar
  2. Oh Ana, não uso mais nada para fazer baínhas :/ já sabes que eu e a costura andamos sempre às avessas e portanto essa fita é muito minha amiga :) mas entenda-se, eu sei fazer uma baínha, a minha mãe também me ensinou, e a pregar botões, a alinhavar (e sim, bem ditos alfinetes!), a chulear e até a casear mas eu não tenho paciência para a costura. Quiçá tu me ajudes a criar o gosto ;) já aprendi algumas técnicas aqui contigo, precisava era de as praticar eheheh
    bjinhos*

    ResponderEliminar
  3. Uma das maravilhas das costureiras "preguiçosas", onde eu me incluo...

    ResponderEliminar
  4. Bom , Ana fiquei curiosa, nunca utilizei mas vou comprar e testar, só fico com duvidas quanto à lavagem das peças.
    Beijinhos e obrigada pela dica.

    ResponderEliminar
  5. Que legal, nunca tinha ouvido falar, irei procurar aqui!
    Gostaria muito de aprender a costurar, mas não tenho ninguem para ajudar que saiba do assunto!
    Beijinho e obrigada por compartilhar isto!
    Beijos!
    <3

    ResponderEliminar
  6. Nunca me seduziu essa fita, sempre achei que com as lavagens não iria durar, poderei estar enganada, vou esperar os teus resultados, beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Menina... você descobriu a pólvora para mim!!!! Uau!
    Eu conhecia a cola para tecidos, que também funciona muito bem, mas usar o termocolante nunca pensei. Genial!
    Um abraço!

    ResponderEliminar
  8. Eu já experimentei essa fita, mas realmente não sou fã, porque só resistiu a duas lavagens :D :D Não sei se tem a ver com qualidade ou não, mas já me falaram muito bem dela :)
    Beijinhos Ana e bom fim de semana :)

    ResponderEliminar

Deixem os vossos comentários, são sempre bem vindos! :)
Feel free to leave a comment, it will be appreciated :)