O que é Endometriose?

Olá bem vindas(os),

Antes de começar, gostaria de referir que não sou médica nem darei conselhos médicos.
Este espaço destina-se única e exclusivamente a divulgar, sensibilizar, partilhar e desabafar.
Será escrito na primeira pessoa, por mim ou outras mulheres que sofrem com esta doença.

Comecemos então por responder à questão - o que é a endometriose.

Endometriose é a doença caracterizada pela implantação de células do endométrio (revestimento do útero que todos os meses expelimos enquanto menstruação) fora do útero.

Há casos documentados de endometriose nos pulmões, nariz, pele, sendo que os mais comuns são na cavidade abdominal (ovários, bexiga, intestino, septo recto-vaginal, entre outros).

Quais são os principais sintomas?

A dor pélvica é o sintoma mais comum, normalmente associada à menstruação, no entanto, muitas mulheres têm dores noutras alturas do ciclo e muitas outras vivem constantemente em dor (sim...24h/7 dias).

30 a 40% das mulheres com endometriose têm problemas de fertilidade e é este problem que leva muitas mulheres ao médico. (in http://endometriosis.org/endometriosis/)

Outros sintomas comuns:

a) dores nas relações sexuais
b) alterações do intestino (diarreia e em menos casos obstipação)
c) dor ao urinar
d) cansaço ou fadiga excessivos
e) menstruações muito abundantes
f) náuseas e vómitos
g) inchaço abdominal

A intensidade da dor não tem uma correlação com a gravidade da doença e existem inclusivamente mulheres com endometriose sem qualquer tipo de sintoma associado.

A endometriose tem cura?

Não, mas existem tratamentos que permitem amenizar os sintomas e dar alguma qualidade de vida à mulheres.

Existem dois tipos de tratamento - hormonais e cirúrgicos, cabendo ao médico avaliar e propor o que acha mais adequado a cada caso.

Qual a origem da endometriose?

Até ao momento não se descobriu qual a origem da doença.

Existem 3 teorias, no entanto, não existem certezas nem consenso entre os especialistas. - menstruação retrógrada, origem celular e teoria tumoral.

Este não pretende ser um post exaustivo, apenas a identificação dos principais pontos que caracterizam a doença e que permitem gerar sinais de alerta.

Em posts futuros partilharei artigos e sites com informação mais detalhada caso queiram aprofundar o conhecimento da doença.
 ***
NUNCA desistam de procurar uma resposta quando sentem que algo não está bem.

NUNCA deixem que alguém diga que a vossa dor é pieguice ou psicológica.

5 comentários:

  1. Tal como te tinha dito, depois de ler a tua postagem anterior, fui averiguar, e realmente fiquei espantada, não tinha conhecimento e nunca ouvi falar.
    Muito obrigada pela partilha e pelo teu testemunho.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  2. Obrigada pela partilha Aninha :)
    É sempre bom estarmos informados :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Já tinha ouvido o termo mas desconhecia em concreto o que era, é sempre bom estarmos informadas sobre estes assuntos mais femininos.
    Obrigada por partilhar, vou continuar atenta aos posts sobre o assunto.
    Bjs

    ResponderEliminar
  4. Obrigada minha querida por esta partilha, por falares abertamente de um tema que é a realidade de muitas mulheres.
    Beijinho enorme*

    ResponderEliminar

Deixem os vossos comentários, são sempre bem vindos! :)
Feel free to leave a comment, it will be appreciated :)